O que é gramática?

Nós nos acostumamos a chamar de “gramática” aqueles livros que falam da “doutrina do bem falar” uma língua. Mas existem outras formas mais interessantes e importantes de uso da palavra gramática para o professor de línguas. Para definir a gramática de uma língua de forma genérica, temos “o conjunto de todas as regras estruturais e funcionais que ordenam o funcionamento dessa língua”. E como existem diversas formas de abordar tais regras, existem também diferentes propostas de gramática. Por exemplo, se a abordagem é histórica, enfocando a evolução da língua, teremos gramática “histórica”; se há uma abordagem  apenas para descrever como a língua realmente é agora, teremos uma gramática “descritiva”; mas, se fazemos uma abordagem para ditar normas de como achamos que a língua deveria ser, aí teremos a “gramática normativa”. E cada uma dessas gramáticas, histórica, descritiva e normativa, comporta várias teorias, várias abordagens, vários ângulos de observação. Portanto, se fizemos uma descrição gerativa, ou funcional, ou estruturalista, ou otimalista, ou semântica..ou, enfim, da forma que conseguirmos descrever o funcionamento da língua.

Sobre a Autora

Rate this post
Compartilhe este post