[RESENHA ]: A TRADIÇÃO DO REGIONALISMO NA LITERATURA BRASILEIRA: DO PITORESCO À REALIZAÇÃO INVENTIVA

Hermenegildo, Humberto de Araújo, A TRADIÇÃO DO REGIONALISMO NA LITERATURA BRASILEIRA: DO PITORESCO À REALIZAÇÃO INVENTIVA; REVISTA LETRAS, CURITIBA, N. 74, P. 119-132, JAN./ABR. 2008. EDITORA UFPR.
A TRADIÇÃO REGIONALISTA COMO FERRAMENTA DE DESENVOLVIMENTO DOS ROMANCISTAS *
ANA FABYELY KAMS*
    O texto de Humberto Hermenegildo, utiliza o regionalismo como uma das bases que asseguram o tema da sua tradição na Literatura Brasileira. Com isso, ele inicia falando do livro de Antônio Cândido, no qual o autor afirma “que o brasileirismo na expressão tem sido o elemento diferenciador na teoria da Literatura Brasileira”, pois é partindo dessa dessa expressão que são formados os critérios de análise. Entende-se que o brasileiro observa a expressão local e vai exaltar as características da flora, aonde é mostrado uma peculiaridade que será transportada à um outro universo, o europeu, e o autor irá formular isto como um processo formativo.
    É possível então, perceber que através de tal dialética,

“o gosto pela expressão local e pelo sentimento do exótico pode ser visto como elemento impulsionador do surgimento de uma tendência – o regionalismo – que se manifesta em vários movimentos da história do sistema literário nacional…”

e eu virtude disso, será agregado as noções de termos como: “localismo“, “pitoresco” e “bairrismo“.
    Dessa forma, são expostos autores como Frei Caneca ao longo do texto, pois suas obras apresentam menção ao Brasil como constituído de várias partes, partes estas que exilavam o governo, mas abrangiam as ‘províncias’ como pátrias, e onde se viam prevalecer as lutas sociais. É o que vemos quanto Antonio Cândido se refere ao texto de Frei Caneca, aonde o separatismo “[…] vai a extremos de irreverência, misturada a arroubos poéticos e a um nacionalismo pitoresco, análogo ao que os modernistas utilizarão, cem anos mais tarde. (Cândido, 1975, p. 258)
Cândido com isso, enfatizava que o senso crítico estava se tornando a força vital do sistema literário, e que seria uma coisa que mais tarde refletiria nas ações que os modernistas trariam à tona.
    Sendo assim, o regionalismo para Cândido  foi utilizado pelos românticos principalmente como um instrumento de descoberta. Vemos o autor tratando do “surgimento da tradição regionalista como uma tendência do movimento romântico.”
O texto em PDF de Humberto Hermenegildo, pode ser baixado AQUI.



Sobre a Autora




var addthis_config = {“data_track_addressbar”:true};

Rate this post
Compartilhe este post